­

FogoEu me coloco em chamas, e o povo vem de toda parte para me ver queimar. - John Wesley1

Faz dos seus anjos espíritos, dos seus ministros um fogo abrasador. - Salmo 104:4 JFA

Mahatma Gandhi, líder pacifista na Índia no século passado que, embora sendo Hindu, nunca escondeu a sua admiração para o ensino do Senhor Jesus Cristo, é apontado como o autor de uma frase que até hoje se vê repetida na cultura popular: “Seja a mudança que você quer ver no mundo”. Frequentemente, incomodados com as situações injustas tão ocorrentes no mundo no qual vivemos, reclamos sem tomar qualquer ação para fazer uma mudança substancial. Assim como sugerido por Gandhi, é nossa a responsabilidade de atuar como agentes da mudança que queremos ver, ao invés de simplesmente criticar, comentar ou lamentar pelo que tem ocorrido.

Creio que este adágio de Gandhi possa ser aplicável ao avivamento. Nós, seguidores do Senhor Jesus, precisamos ser o avivamento que queremos ver no mundo.

Leia mais

RostosEnquanto a liderança espiritual não voltar a ser ocupada por homens que preferem a obscuridade, continuaremos a presenciar uma constante deterioração da qualidade do cristianismo popular, e possivelmente chegaremos ao ponto em que o Espírito Santo, entristecido, se retirará, como a glória de Deus se apartou do templo. - Dr A. W. Tozer1

"Eu sou o SENHOR; este é o meu nome! Não darei a outro a minha glória nem a imagens o meu louvor." - Isaías 42:8

"Paul Cain foi bem conhecido como um evangelista durante o avivamento de cura dos anos de cinquenta nos EUA, e demonstrava dons espirituais extraordinários. No auge do seu ministério ele sentiu o chamado de Deus para retirar-se para "atrás do deserto" e esperar até que o ministério dos últimos dias começasse. Depois de quase trinta anos de obscuridade, Paul tem emergido com voz profética à igreja, reconhecida internacionalmente, que insta um retorno à humildade, integridade e uma devoção apaixonada ao Senhor"2.

Leia mais

Criança com copoO jejum é uma das atividades mais espirituais que existe, praticada pela maioria das grandes religiões do mundo. Os judeus, muçulmanos, budistas, e hindus todos praticam o jejum, de uma forma ou outra. Mas quando o Senhor Jesus começou Seu ministério terrestre, Ele fez uma coisa esquisita, ou melhor, algo que Ele não fez chamou a atenção dos religiosos ao Seu redor. Ele não ensinou os Seus discípulos sobre o jejum.

Vamos ler esta história em Marcos capítulo 2, versículos 18 a 20:

Ora, os discípulos de João e os fariseus estavam jejuando. Foram e lhe perguntaram: Por que jejuam os discípulos de João e os dos fariseus, e não jejuam os teus discípulos?
 
Respondeu-lhes Jesus: Podem os convidados para o casamento jejuar enquanto está com eles o noivo? Enquanto têm consigo o noivo, não podem jejuar. Mas o tempo virá em que lhes será tirado o noivo, e naquele dia jejuarão.
Leia mais

Caçador...Depois enviarei muitos caçadores, os quais os caçarão de sobre todos os montes, de sobre todos os outeiros, e até nas fendas das rochas. – Jeremias 16:16

Em Jeremias capítulo dezesseis, Deus falou através do profeta para o povo de Israel, prometendo que ele voltará novamente para sua terra, depois do seu exílio em países estrangeiros. Porém, o Senhor explicou que este retorno à terra prometida aconteceria em duas fases. Na primeira fase, Deus enviaria "muitos pescadores" para pescar os filhos de Israel, e levá-los de volta a sua pátria. Porém, nem todos iriam responder aos pescadores, então, na segunda fase, o Senhor enviaria caçadores para obrigar o Seu povo a voltar a sua terra.

Leia mais

Torres Gêmeas WTC...no dia da grande matança, quando caírem as torres. – Isaías 30:25

Hoje o mundo inteiro recebeu a notícia sobre a morte de Osama Bin Laden, o homem que foi responsabilizado pelas atentadas terroristas em Nova Iorque e ao Pentágono, no dia 11 de setembro de 2001.

Mesmo se concordamos, ou não, com as políticas externas dos Estados Unidos, e com seu envolvimento nas guerras de Iraque e Afeganistão, precisamos reconhecer que o mundo em qual nós vivemos mudou radicalmente a partir daquele dia, quando as duas torres do World Trade Center caíram, matando quase três mil pessoas.

Desde então, temos visto ataques terroristas ao redor do planeta, o crescimento do islamismo radical e a entrada da palavra "jihad" na linguagem popular, as guerras em Iraque e Afeganistão, e uma crise econômica mundial, que ainda está longe de ser resolvida. Até a própria terra parece estar se convulsando, provocando grandes desastres como o tsunami que atingiu o sul da Ásia em 2004, e os terremotos em Chile, Haiti, Turquia, China e Nova Zelândia, e mais recentemente, o tsunami e terremoto na Japão, levando à falha de uma usina nuclear e a real possibilidade de um desastre radiológico. Os próprios Estados Unidos foram atingidos pelo furacão Katrina em 2005 e os tornados que têm acabado de devastar onze estados no sul daquele país.

Leia mais


­